Como visitar Paris?

A- A+

Paris tem uma infinidade de opções em turismo. Você mesmo pode definir um roteiro e se aventurar com um guia debaixo do braço. Os postos de informações turísticas oferecem todo e qualquer material informativo para a ajudar no seu roteiro: são parques, museus, galerias de arte, bairros especiais, monumentos, praças, vilarejos, palácios, jardins que podem ser descobertos a cada momento.

Mas se você não quiser ter dor de cabeça, contrate os serviços de uma agência especializada. Além de facilitar a sua vida, será um ótimo investimento para quem prefere conhecer melhor os aspectos singulares da cidade e não tem muito tempo a perder.

 

Roteiros

Agências e profissionais especializados em turismo podem fazer de seu sonho uma experiência inesquecível. Existem inúmeros pacotes diários que podem incluir três roteiros num só dia. Por exemplo, a visita à Torre Eiffel, passeio de barco e panorâmico de ônibus. Os circuitos noturnos são ainda mais tentadores. Visita à Torre Eiffel seguido de cruzeiro comentado pelo rio Sena ou jantar em Montmartre acompanhado de espetáculo no famoso cabaré Moulin Rouge são dos mais concorridos.

Os preços variam segundo a temporada e o número de pessoas, já que existem valores especiais para famílias ou grupos. Também há passeios a clubes noturnos e não poderia faltar uma saída para compras em shopping. O perfume francês (quem não resiste a isso?) é o que tem mais saída.

 

Guia de turismo

As visitas podem ser livres ou acompanhadas de guias de turismo. Os que optarem pelos comentários de um profissional, não vão se arrepender porque ele tem uma bagagem de conhecimentos que vai da história, cultura, sociedade, até detalhes interessantes ou curiosos de certa região, localidade ou imóvel.

Mas atenção, poucas agências oferecem o serviço guiado em português. Geralmente elas possuem circuitos em francês, inglês ou espanhol. Cityrama, agência de receptivo especializada em Paris, faz guiamentos em português nos roteiros: Museu do Louvre, Montmartre, Versalhes, Giverny, Reims Champagne, Castelos do Loire, Monte Saint-Michel e Bruges. Mas quem já tem conhecimento de francês, nada mais original do que um passeio na língua do Asterix.

 

Sueli Gutierrez

 

Visitar os maravilhosos lugares de Paris sem falar francês não tem graça né! Então comece já seu curso. Não sabe seu nível? Faça já o teste de nível de francês do IFESP, o melhor instituto de francês no Brasil.