Três comidas originárias da Bretanha

A- A+

No oeste da França, encontramos um dos maiores tesouros escondidos no país: a Bretanha. Marcada por uma costa litorânea extensa e bastante recortada, a qual se projeta para o Oceano Atlântico, a região tem seu belo cenário composto por um misto de praias paradisíacas e arquitetura medieval.

Atualmente a atividade turística é a maior responsável pela economia das cidades bretãs. Cada vez mais, ao passarem pela França, turistas incluem esse território de origem celta em seus roteiros e, ao chegarem lá, se maravilham.

A paisagem é, obviamente, o principal motivo que leva tantas pessoas à região. Há várias ilhas, costas repletas de granito rosa e um mar azul turquesa. Porém, as maravilhas desse pedacinho da França estão para além do seu aspecto físico. A Bretanha é riquíssima também no que se refere à cultura. 

A música, a língua, os costumes…E aquela que será destaque hoje: a culinária. Você vai conhecer, a seguir, três comidas tipicamente bretãs que estão cruzando fronteiras e que com certeza vão te deixar com água na boca.

1. Galette

Em um primeiro momento, há quem confunda a galette com a crêpe francesa. Mas, se esta é preparada com farinha branca e tem recheio doce, a massa daquela é feita com trigo sarraceno – mais escuro, de origem asiática – e o seu recheio é sempre salgado. 
A galette pode ser encontrada em todo o território bretão. É um prato que faz parte da identidade e do dia-a-dia da população local. Assim, tanto nas casas quanto nos restaurantes, essa massa crocante, recheada por exemplo com ovos, presunto e queijo, é uma refeição comum. E se uma xícara de sidra acompanha a galette, aí está uma combinação perfeita!

galette -culinária típica da Bretanha

2. Caramel au beurre salé

Falemos também de um dos doces mais queridos em toda a França: o caramel au beurre salé, que tem sua origem justamente na Bretanha. 

Na segunda metade do século XX, o chef Henri Le Roux, instalado na cidade bretã Quiberon, tornou-se mundialmente famoso por inventar uma receita que misturava caramelo e manteiga salgada. O sabor conquistou corações e o produto fez e faz sucesso, acompanhando frutas e recheando crepes.

3. Kouign-amann

Algo entre um bolo e um croissant, o kouign-amann também é tipicamente bretão. Nos últimos anos, porém, tem acumulado amantes fiéis ao redor de todo o mundo. E não é para menos: trata-se de doce que une simplicidade e sabor marcante.

Por fora, a casca caramelizada e crocante. Por dentro, uma massa suculenta, feita de farinha, fermento, sal e água. Entre as suas diversas camadas, a maravilhosa combinação de manteiga e açúcar. Parece bom, não acha?

kouign-amann - culinária típica da Bretanha

É verdade que, hoje em dia, podemos encontrar tais iguarias em vários lugares dentro e fora da França. Mas, confessemos: é quase impossível não começar a sonhar em experimentá-las enquanto exploramos a belíssima Bretanha.

Se você somar uma culinária tão atrativa à vasta paisagem paradisíaca, terá um forte motivo para, pisando em terras francesas, jamais deixar de se aventurar pelas cidades bretãs.

Claro que a vontade de viajar é grande para todos nós, mas no momento, devemos permanecer em casa. Aos poucos todas as cidades do mundo estão voltando ao normal. Confira como a França está se preparando para a retomada do turismo.

Comentários