Culinária Francesa: 4 livros para aprender e se inspirar!

A- A+

Pensar em gastronomia é pensar, quase inevitavelmente, na França, terra que vivencia a tradição, a diversidade e a originalidade na cozinha, conquistando, desde sempre e cada vez mais, uma legião de apreciadores ao redor de todo o mundo.

Se você estudou para trabalhar como um chef, se você é um amador que gosta de se arriscar no preparo de pratos, ou, finalmente, se você é apenas um curioso admirador das artes culinárias francesas, este artigo é para você!

Conheça, a seguir, quatro livros que abordam a gastronomia da França sob as mais variadas perspectivas e que reúnem de dicas e receitas a reflexões e memórias. Escolha a sua próxima leitura e prepare-se para, além de aprender muito, ser inspirado. 

1. Todas as técnicas culinárias, Jeni Wright e Eric Treuille

Sob o selo do Le Cordon Bleu – a melhor e mais celebrada escola de gastronomia do mundo -, Todas as técnicas culinárias é uma obra que acumula o vasto conhecimento dos grandes chefs franceses, mas que tem como principal objetivo ser a Bíblia dos cozinheiros amadores que se aventuram nas cozinhas de suas casas.

São centenas de técnicas para o preparo de pratos simples e de pratos sofisticados, motivadas tanto pela clássica culinária francesa como também pelas mais diversas tradições assimiladas de tantas outras culturas. 

Aprenda tudo sobre caldos, sopas, saladas, legumes, pães, bolos, biscoitos, sobremesas e muito mais!

2. A Arte Culinária de Julia Child, Julia Child

Quando se mudou para a França com seu marido, Julia Child começou a frequentar o renomado Le Cordon Bleu, escola onde aprendeu os maiores segredos da culinária francesa. 

Foram justamente esses segredos que, alguns anos mais tarde, a importante chef norte-americana apresentou aos seus compatriotas, compondo uma literatura que ganhou o mundo e conduzindo famosos programas de televisão.

Em A Arte Culinária de Julia Child, conhecemos as especialidades da autora, que dá dicas para quem quer aprimorar, por exemplo, o preparo de saladas, tortas, sopas, peixes e legumes. É imperdível!

3. A fisiologia do gosto, Jean-Anthelme Brillat-Savarin

Estamos diante de um livro clássico, de uma obra fundamental para pensar a origem da gastronomia francesa. Em 1825, o advogado e cozinheiro Brillat-Savarin, sobrevivente dos conturbados anos que fecharam o século XVIII, publicou um compilado de meditações, aforismos e receitas.

Se você quer aprender sobre os gostos e conhecer mais sobre a história da culinária da França, não deixe de incluir um exemplar de A fisiologia do gosto na sua biblioteca. Vale uma leitura e infinitas releituras!

4. Paris-Brest, Alexandre Staut

Finalmente, que tal acompanhar as aventuras de um cozinheiro brasileiro pelas terras francesas? Não espere, porém, o clichê. Alexandre Staut foge da típica rota turística e vai descobrir a cozinha da Bretagne, do Val de Loire e da Normandie. Não é incrível?

A verdade é que Paris-Brest é uma obra plural, a qual trata de gastronomia, descreve receitas, comenta história e literatura e é, enfim, um maravilhoso e surpreendente relato de viagem.

E aí, gostou das nossas sugestões? Quer começar a ler imediatamente? Todos esses volumes podem ir das grandes livrarias virtuais direto para as prateleiras da sua estante de livros. É tempo de aprender e de se inspirar!

Confira também o nosso outro artigo sobre os melhores pratos franceses que você precisa conhecer, cozinhar e experimentar.

Comentários