O que fazer em Rennes

A- A+

A região da bretanha é maravilhosa. Ela é repleta de paisagens naturais lindas, como o Point du raz, as Alignements de Carnac e o Cap Fréhel. Além disso, ela também é a casa de diversas cidades que ainda abrigam a cultura celta, como a capital da região: Rennes. Hoje, nós vamos te levar em um passeio por essa cidade que guarda muito de seu passado medieval e deixa todos fascinados.

 

1 Marché de Lices

marché des lices rennes

No Marché de lices você pode experimentar em um só lugar as especialidades da região, como a famosa galette saucisse, motivo de orgulho para todos os rennais. A gallette saucisse é como um cachorro quente, só que ao invés de pão, a saucisse é envolta pela massa de galette (nome do crepe da Bretanha, feito com farinha de sarraceno), o que torna toda essa experiência gastronômica mais incrível.

Outra comida típica obrigatória são os crepes. Diz a lenda que foram inventados na região da Bretagne. Se comer crepe na frança é obrigatório, comer crepes em Rennes é ainda mais!

Anote na agenda, o Marché de Lices acontece todos os sábados das 7h30 às 13h30.

 

2 Place de la mairie

place de la mairie

É praça do centro de Rennes, onde é possível visitar a prefeitura da cidade em uma ponta e a Opéra de Rennes na outra. Em grandes eventos a prefeitura também coloca um telão na praça, para a população ver jogos, por exemplo.

O interessante é que a arquitetura da prefeitura e da Opéra se completam, se os prédios pudessem ser reunidos no centro da praça, eles se encaixariam perfeitamente.

 

 

3 Cidra

Como a região produz muitas maçã, uma das bebidas mais consumidas é a cidra. Então, uma dica é passar na rua apelidada de Rue de Soif (rua da sede) –  onde é possível achar uma variedade de bares – e experimentar a cidra da região.

 

4 Manteiga

A manteiga da Bretagne é diferente da manteiga das outras regiões porque ela sempre é salgada. No século XIV, o rei Philippe VI de Valois impõe a todo o reino uma taxa sobre o sal, conhecida como gabelle. Esse imposto perdurou por 400 anos, fazendo a maioria dos franceses abandonarem a manteiga salé (salgada) e a manteiga doux (sem sal). A região da Bretagne foi a única que, curiosamente, continuou a comer manteiga salgada, mas por que? Porque os Bretões podiam comprar e revender o sal sem pagar nada para o reino, já que essa era a região que mais produzia sal na época.

A manteiga é um ingrediente muito importante na região, sendo Jean Yves Bordier, o melhor produtor de manteigas da França. Por isso, não deixe de degustar essa delícia quando for visitar Rennes, na loja de Jean Yves Bordier, La Fromagerie Jean Yves Bordier.

 

 

5 Château de Châteaugiron

chateau rennes

O Château de Châteaugiron é um castelo medieval que data do século VIII. Ele não está localizado em Rennes, mas é possível chegar facilmente até ele a partir da cidade.

Dentro do castelo é possível conhecer a capela Sainte Marie Madeleine, construída em 1184. Hoje em dia a capela, depois de passar por algumas restaurações, recebe exposições de arte contemporânea.

Ficou com vontade de visitar Rennes? Tem outras dicas para dar pra gente? Conta aqui nos comentários!

Comentários