7 museus inusitados em Paris

A- A+

Todos sabem que Paris é uma das maiores capitais culturais do mundo, graças a seus incontáveis museus (Le Louvre, Orsay, le Quai Branly…) e suas ricas coleções. Mas, o que muitos desconhecem é que existem também pequenos museus inusitados, ideais pra uma visita rápida entre uma caminhada e outra. Acabam se tornando uma maneira original de se divertir, de entender mais sobre um assunto muito específico, ou simplesmente de passar um momento diferente do comum na cidade-luz.

 

  1. Musée de la Contrefaçon (museu da falsificação)

Um museu que ainda hoje permanece desconhecido, mesmo já existindo há mais de 60 anos! Além de exibir centenas de objetos falsificados, desde marcas de luxo a produtos de uso diário, este museu é também uma oportunidade de descobrir uma bela mansão particular do 16º arrondisement, que é, ela própria, a réplica de uma mansão do século 17 que se encontrava no Marais. Essas coisas nem dá pra inventar…

Site do museu: http://musee-contrefacon.com/

  1. Musée Dupuytren

Fundado graças ao legado de um professor de medicina cirúrgica da Faculdade de Medicina de Paris, o Musée Dupuytren existe desde 1835. Um museu que lida com patologias anatômicas, e reúne mais de 6000 peças: ceras, partes ósseas ou conservadas em frascos, fotos, pinturas, gravuras e até mesmo alguns instrumentos… Não aconselhável aos mais sensíveis!

Site do museu: http://www.upmc.fr/fr/culture/patrimoine/patrimoine_scientifique/musee_dupuytren.html

  1. Musée de l’Érotisme (museu do erotismo)

Qual bairro melhor do que o Pigalle para abrigar em Paris um museu do erotismo? Em vários andares, este museu aborda questões como a arte erótica nas civilizações ou o lugar da sexualidade em nossa sociedade. Este é, acima de tudo, um original gabinete de curiosidades, para não visitar com qualquer parceiro…

Site do museu: http://www.musee-erotisme.com/fr/

  1. Musée de la Magie (museu da magia)

No coração do Marais, o museu da magia oferece uma rica coleção de robôs, ilusões de ótica, cartazes, gravuras e objetos de mágica. Uma visão original do mundo (maravilhoso) dos ilusionistas desde o século 18 até hoje. E que termina, é claro, com uma sessão de mágica.

Site do museu: http://www.museedelamagie.com/accueil1.html

  1. Musée du parfum (museu do perfume)

A poucos passos da Opéra Garnier, em uma bela mansão ao estilo Napoleão III (e ex-apartamento de Maria Callas), o perfumista Fragonard criou em 1983, o museu do perfume. Uma rara coleção de artefatos que contam a história da perfumaria desde a antiguidade até o início do século 20.

Site do museu: http://www.fragonard.com/parfums_grasse/FR/fragonard/paris/

  1. Musée du fumeur (museu do fumante)

No 11º arrondissement, o museu do fumante evidencia uma prática ancestral: fumar. Os objetos comuns dos fumantes de diferentes lugares e épocas se misturam às ervas fumadas ao redor do mundo, e os cachimbos do século 18 estão logo ao lado dos cigarros eletrônicos. Para visitar esse museu, é melhor não ser um ex-fumante…

Site do museu: http://www.museedufumeur.net/accueil/mdfFR.html

  1. Musée de la Préfecture de Police (museu da polícia federal)

Criado em 1909 pelo chefe da polícia Louis Lépine (conhecido pelo concurso de inventores que leva o seu), este museu oferece um panorama da atividade da polícia durante os séculos 19 e 20 através de uma coleção de documentos relacionados a grandes eventos da história da França (conspirações, prisões), casos criminais famosos, bem como algumas peças originais (armas e uniformes).

Site do museu: http://www.prefecturedepolice.interieur.gouv.fr/Nous-connaitre/Services-et-missions/Service-de-la-memoire-et-des-affaires-culturelles/Le-musee-de-la-prefecture-de-police

 

Gosta da cultura francesa e pretende conhecê-la melhor? Organizamos com frequência eventos culturais sobre a FrançaConfira no site do IFESP e faça sua inscrição!

Comentários