Leia sobre Paris…de graça!

A- A+

Tenho a leve impressão de que Paris está na moda! Sim, caro leitor, não se espante! Pode parecer estranho dizer isso, afinal quando é que Paris saiu de moda nos últimos…1.000 anos mais ou menos? Nunca, realmente! Mas digo isso por uma simples razão.

Visitando a Livraria Cultura do Conjunto Nacional – um dos pequenos prazeres que São Paulo oferece – reparei que na seleção de livros logo na entrada da livraria havia nada mais nada menos do que quatro livros só sobre Paris, direta ou indiretamente. Fato inédito, que eu saiba, pelo menos nos últimos dez anos.

Os livros eram:

  • Próxima estação: Paris, de Lorant Deutsch
  • E foram todos para Paris, de Sérgio Augusto
  • História secreta de Paris, de Andrew Hussey
  • Casados com Paris, de Paula Mclain

Há de se convir que, para qualquer apaixonado por Paris, uma tal visão representa um pedaço do Paraíso. Infelizmente às vezes não dá pra comprar tudo que vemos nas livrarias sobre Paris. E aí bate aquela tristeza…

Para aliviar um pouco esse desespero – o meu e o de meus leitores – decidi fazer uma pesquisa sobre o mesmo tema, porém nas bibliotecas municipais de São Paulo. Nesses locais, pelo sistema eletrônico de busca, tive a resposta de que existem disponíveis, de graça, quase 300 títulos sobre Paris. O leitor tem a opção de ler no próprio local (consulta) ou, em alguns casos, fazer o empréstimo e ler tranquilo na sua casa ou num parque.

As obras estão espalhadas por diversas bibliotecas da cidade, mas por uma pequena amostragem de livros que selecionei para indicação, percebi que há dois locais com maior número de títulos para aqueles que sofrem de “parisina”, isto é, que sofrem da “nostalgia de Paris”:

  • a Mário de Andrade, no centro
  • a Sérgio Milliet, do Centro Cultural São Paulo (CCSP), na avenida Vergueiro (Paraíso)

 

Abaixo vai então uma lista de dez títulos que abordam Paris sob diferentes aspectos: história social, história política, história intelectual, memórias pessoais da cidade, além de romances. Boa leitura!

  • 1 –  A Rive Gauche: escritores, políticos e artistas em Paris (1934-1953), de Herbert R. Lottman, Editora José Olympio
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta ou Disponível p/ Empréstimo)
  • 2 –  A Exposição Universal de 1889 em Paris: visão e representação na sociedade industrial, de Heloisa Barbuy, Editora Loyola
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta)
  • 3 –  Achados da Geração Perdida: receitas e anedotas da Paris dos anos 20, de Suzanne Rodriguez-Hunter, Editora Rocco
    Onde encontrar: Alceu Amoroso Lima (Disponível)
  • 4 – Ecos de Paris, de Eça de Queiroz
    Editora Brasiliense
    Onde encontrar: Sérgio Milliet – CCSP (Disponível) e CEU Parque Veredas (Disponível)
  • 5 – Guinguettes et Lorettes, bals publics et danse sociale à Paris entre 1839 et 1870, de François Gasnault
    Éditions Aubier
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta)
  • 6 – Les nuits de Paris ou Le espectateur-nocturne, de Restif de la Bretonne
    Éditions Gallimard
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta)
  • 7 – O flâneur, um passeio pelos paradoxos de Paris, de Edmund White
    Editora Companhia das Letras
    Onde encontrar: Sérgio Milliet – CCSP (Disponível) e Mário de Andrade (Consulta)
  • 8 – Paris, 98!, uma novela irreverente sobre as aventuras de um brasileiro na Copa, de Mário Prata
    Editora Objetiva
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta), Álvaro Guerra, Lenyra Fraccaroli, Mário Schenberg, Pedro da Silva Nava, Roberto Santos, Rubens Borba Alves de Moraes, em todas Disponível
  • 9 – Traçando Paris, de Luís Fernando Veríssimo e Joaquim da Fonseca
    Editora Artes e Ofícios
    Onde encontrar: Alceu Amoroso Lima, CEU Parque Veredas, Sérgio Milliet – CCSP, Sérgio Buarque de Holanda, Afonso Schmidt, Álvares de Azevedo, Amadeu Amaral, Mário de Andrade e mais outras 15 bibliotecas, em todas Disponível
  • 10 – Villages et faubourgs de l’ancien Paris, histoire d’un espace urbain, de Bernard Rouleau
    Centre National des Lettres
    Onde encontrar: Mário de Andrade (Consulta)

Para quem quiser conhecer as outras obras disponíveis no acervo municipal, basta ir até o site do Sistema Municipal de Bibliotecas. Para fazer a carteirinha que te dá direito à retirada de livros, vá a uma das unidades com documento e comprovante de residência. Não paga nada e você tem acesso à rede toda. Tem muita coisa boa! Aproveitemos!

Texto de Guilherme Reed

 

Você também quer dar um mergulho na leitura francesa? Comece seu curso de francês online na melhor escola do Brasil!