Curso de Culinária é tendência em Paris

A- A+

Por muito tempo a cozinha era o lugar da casa onde as mulheres mais frequentavam. Hoje, aprender culinária é uma tendência em Paris tanto para homens como para mulheres. A procura por essa arte é motivada pela profissionalização que o mercado necessita. O interesse é também dos que desejam realizar um almoço ou jantar agradável para os amigos. Com o tempo, a cozinha tem se tornado um ambiente unissex de bate-papo e confraternização, razão também do crescimento no número de escolas especializadas.

O “Atelier des Chefs” disponibiliza vários formatos para o curso. Com apenas uns cliques no site, você estará inscrito em um dos cursos. Não é necessário levar nada. O Chef acompanha a realização do prato e para você não perder a explicação, a receita é enviada posteriormente via e-mail. Os valores vão de 15 euros a 144 euros para um curso de 30 minutos a 4h respectivamente. Com pouco tempo você pode aprender as técnicas básicas através das receitas mais simples e gostosas.

 

Chefes renomados

Profissionais de renome da gastronomia francesa foram os primeiros chefes do Ritz de Paris, que recebe por ano cerca de 800 alunos originários de vários países. 14 profissionais somam à rede de chefes que passam seus conhecimentos da cozinha internacional e francesa. As escolas estão ligadas ao hotel Ritz, portanto, você poderá pedir conselhos para cada especialista culinário.

Guy Martin é outro nome importante da culinária, reconhecido como um autodidata apaixonado e criativo que divide com os outros a sua paixão. Martin possui parceiros como o Gran Vefour, salão da Maison Baccarat, Le Sensing – gastronomia sensitiva, entre outros. Oferece aprendizado da cozinha dos cinco continentes, gastronomia francesa, cozinha da terra, doces e dá aula para crianças.

A arte de cozinhar é um espetáculo, no palco – a cozinha – o ator é você, sob a direção de um diretor que vai orientar a sua ação. Para seguir essa tendência francesa, arregace as mangas e comece clicando no site de sua preferência.

Sueli Gutierrez – jornalista

 

Para seguir essa tendência francesa, arregace as mangas e comece já a aprender francês no melhor instituto do Brasil! Venha conhecer o IFESP.