5 curiosidades sobre Lyon e Saint Étienne

A- A+

A França é dividida em 13 regiões e cada região possui suas características únicas. Seguindo esse post do blog Universidades Francesas, falaremos também de Lyon e Saint Étienne da região de Auvergne-Rhône-Alpes.

Para você conhecer um pouco mais dessas duas cidades vamos listar 4 curiosidades!

On y go!

 

4 curiosidades sobre Lyon

Lyon é uma das cidades mais conhecidas da França e essa fama não vem do nada. A cidade possui características que a tornam única, como a confluência dos rios Rhône e Saône, os Bouchons, as Quenelles e os Traboules.

1 A confluência dos rios Rhône and Saône

Musée des Confluences

Localizada bem onde se encontra o famoso Musée des Confluences em Lyon. Ao visitar o museu você também verá o ponto exato onde os dois rios, o rio Rhône e o rio Saône, se juntam! É realmente uma experiência incrível e inesquecível, por isso se você estiver em Lyon vale a pena passar pra ver tanto o museu como o encontro dos rios.

O mais impressionante é que cada rio chega de um lado do museu e se juntam bem no final dele. O rio Rhône nascido nos glaciares do Rhône, nos Alpes suíços desce azul e violento até Lyon onde encontra o rio Saône, mais lamacento, que nasce nas montanhas de Vosges. Os rios não se misturam totalmente, por isso preservam suas cores diferentes, sendo assim possível ver a magia desse encontro.

2 Os bouchons

Bouchons Lyonnais

Os bouchons são restaurantes tradicionais de Lyon. Mesmo que existam muitos restaurantes que se denominem bouchons, há somente 20 bouchons oficiais e certificados em Lyon.

Os bouchons levam esse nome porque eles têm algo muito específico, o intuito é comer uma boa comida caseira servida em porções fartas. Entre as variedades servidas está o La Cervelle de canut, mesmo o nome significando  “cérebro do tecelão”, la cervelle de canut nada mais é que um queijo branco temperado com ervas, sal, pimenta, azeite e vinagre.

Outro prato é a Andouillette, um tipo de salsicha feito à base de carne de porco, intestino, pimenta, vinho, cebola e temperos. Um prato aparentemente bem pesado, mas que vale a pena comer.

3 As quenelles

Quenelles

Embora a quenelle devesse estar no item 2, por ser um prato dos bouchons lyonnais, ela merece um item só pra ela. As quenelles são bolinhos maravilhosos feitos com farinha, manteiga, leite e ovo que são cozidos na água e podem ser servidos gratinados com diferentes tipos de molhos ou sopas.

É um prato muito reconfortante e ótimo pra comer tanto no inverno como no verão!

4 Os traboules

Traboules

São passagens secretas de Lyon. Elas servem para passar de uma rua à outra por meio dos prédios. Algumas dessas passagens ficam abertas e as pessoas podem utilizá-las, contudo, em outras, é necessário pedir permissão tocando a campainha. Há algumas que infelizmente ficam fechadas ao público, mas a maioria continua aberta.

De qualquer forma se você estiver em Lyon ao invés de pegar o caminho tradicional, tente “cortar” o caminho por meio dessas passagens secretas!

4 curiosidades sobre Saint Étienne

A cidade de Saint Étienne é pequena em relação a Lyon, mas possui tantas diversidades que não é possível não se apaixonar.

1 Time de futebol

O time de futebol de Saint Étienne, que leva o nome da cidade, é um dos melhores da França! Sendo o maior vencedor dos campeonatos franceses de futebol. Os torcedores de Saint Étienne não são só habitantes da cidade, muitas pessoas das cidades próximas torcem pelo time. O que explica a grande quantidade de torcedores do Saint Étienne na região.

2 Minas de carvão

Musée de la mine

Saint Étienne foi durante o século XIX o berço da exploração de carvão, por isso era produtora da metade do carvão consumido nacionalmente na época da revolução industrial.

A cidade traz ainda hoje na sua paisagem, resquícios desse passado minerador. No Musée de la mine é possível visitar uma das minas que existiam em Saint Étienne. Uma curiosidade sobre esse museu é que na Fête de la Musique, os shows são no museu. É incrível!

3 Cidade do design

Cité du Design

Saint Étienne foi nomeada em 2010 pela UNESCO a capital do design na França, ela foi a primeira e até agora a única cidade da França a ser nomeada cidade do design. Em resumo, Saint Étienne traz um passado industrial que contribuiu para sua força na área das artes.

Um dos lugares da cidade que mais representam o design do local é a Cité du Design. O local integra também a École supérieure d’art et design Saint-Étienne, promovendo pesquisa e desenvolvimento no Design.

4 Quem nasceu em Saint Étienne se chama stephanois

Embora pareça que não exista nenhuma relação entre Saint Étienne e a palavra stephanois, na verdade tem sim. A palavra “Étienne” tem origem na palavra “Stephanus”, dessa forma o nome da cidade na verdade era Sancti-Stephanus, que ao longo dos anos acabou se transformando em Saint Étienne. Sendo por isso que quem nasce em Saint Étienne é chamado de stephanois, ainda remetendo ao antigo nome da cidade.

Comentários