3 Curiosidades sobre a Revolução Francesa

A- A+

Personagens Franceses

Paris - Ile de la cite - Pont neuf

Você sabia que o Rei Luís XVI tinha horário fixo para fazer cocô e que a população disputava espaço para ver de perto o rei obrar? Pois é! Além, disso, a Rainha Maria Antonieta, antes de ser guilhotinada, teria pedido tempo para arrumar-se a fim de morrer elegante. E, depois de decapitada, enquanto o corpo esperava a sepultura, uma artista plástica da Inglaterra moldou sua forma em gesso e essa escultura está exposta até hoje em Londres!

As Perucas Brancas

perucas brancas

A moda das perucas brancas (devido à cor do pó usado nelas) veio à tona por dois motivos curiosos: a calvície do rei francês Luís XVI e uma epidemia de piolhos originada no Palácio de Versalhes, onde ele vivia, que acabou atingindo toda a França. Por esse motivo, os nobres tiveram que rapar a cabeça. Ambos, o rei e a nobreza, encontraram nas perucas um modo de disfarçar a falta de cabelo. O uso das perucas acabou virando moda e também um símbolo da aristocracia. Após a Revolução Francesa elas caíram em desuso, pela oposição à aristocracia. Mas na Inglaterra, passaram a fazer da indumentária oficial de juízes e advogados para indicar sua condição superior e o hábito existe no país até hoje.

A Moda após a Revolução

moda

A maneira de vestir-se também mudou com a Revolução Francesa. Se antes trajes luxuosos e de cores fortes distinguiam a nobreza dos mais pobres, depois o estilo “grego”, simples, sem muitos babados e ornamentos passou a vestir franceses de todas as classes sociais. Esse estilo de roupas certamente barateava a sua produção, o que facilitou a promoção dos modelos franceses por toda a Europa e tornou a França uma referência na moda do mundo todo.

Quer saber mais sobre a cultura e língua francesa? Conheça uma pequena França em São Paulo!

Não sabe seu nível? Faça já o teste de nível de francês do IFESP, o melhor instituto de francês no Brasil.

5 thoughts on “3 Curiosidades sobre a Revolução Francesa”

Comentários