100 coisas a se fazer em Paris

A- A+

O que faz do parisiense um parisiense? Ou, em outros termos, o que é preciso ser feito para se tornar um verdadeiro parisiense? Bom, de acordo com um artigo publicado em dezembro do ano passado pelo jornal Le Figaro, esse “título” só pode ser dado após a realização de 100 pequenas tarefas!

Em 100 frases curtas, o jornal elencou uma lista de lugares a serem visitados ou de experiências a serem realizadas na capital francesa antes de morrer. Claro que não poderia faltar as mais clássicas: subir a torre Eiffel, visitar os túmulos de Jim Morrison e Oscar Wilde no cemitério Père Lachaise ou procurar o Café des Deux Moulins na rue Lepic lembrando da Amélie Poulain…

Mas além destas, a lista inclui algumas sugestões curiosas, outras surpreendentes e ainda aquelas voltadas para um público já habituado à cidade e que buscam novas formas de explorar a cidade. Vamos, então, publicar aqui em português algumas das sugestões do Le Figaro para experenciar Paris – para utilizar um termo que anda na moda.

1. Jantar na Brasserie Lipp (VI), no térreo, em uma mesa próxima à calçada, de preferência ao lado de alguma personalidade.

2. Comer uma sopa de cebola no mercado Les Halles (I).

3. Comprar um sorvete de cone na casa Bertillon (IV).

4. Arruinar-se um domingo de manhã no mercado de produtos orgânicos no boulevard Raspail (VII).

5. Fazer um pique-nique sobre a Pont des Arts, entre o Louvre e o Institut de France.

6. Gravar o seu nome e o do seu amor nas paredes das Catacumbas de Paris.

7. Marcar um encontro pelo menos uma vez em frente a Notre-Dame, ou diante da fonte da praça Saint-Michel ou nas escadas do prédio da Opéra Garnier.

8. Fazer uma caminhada ou corrida no Jardin des Tuileries no comecinho da manhã.

9. Fazer uma assinatura do programa de aluguel de bicicletas Vélib.

10. Atravessar a rue Saint-Honoré sem gastar um tostão.

11. Assistir um desfile da festa nacional do 14 de Julho na avenida Champs-Élysées.

12. Colocar um pequeno veleiro para flutuar no tanque d’água do Jardin du Luxembourg ou do Jardin des Tuileries.

13. Terminar a leitura de um romance sentado em uma das cadeiras verdes do Jardin du Luxembourg.

14. Insultar os táxis, que passam todos ocupados.

15. Dançar nos salões do Maxim’s num baile Belle Époque numa sexta-feira à noite.

16. Aguardar o nascer do sol sentado nas escadarias da igreja do Sacré Coeur.

17. Assistir a um curso gratuito no Collège de France.

18. Conhecer o ateliê de Eugène Delacroix na praça Furstenberg.

19. Levar os filhos ao mais antigo teatro de marionetes de Paris, na avenida Champs-Élysées.

20. Passar um mês de agosto em Paris.

Pronto! Agora não faltam opções para se sentir nem que seja um pouquinho um verdadeiro parisiense!
Para todas as 100 dicas do Le Figaro, acesse este link!

 

Texto: Guilherme Reed